37 PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DA AMAMENTAÇÃO DO BEBE (2017)

Saiba os Principais Benefícios da Amamentação do Bebê

..

Benefícios da Amamentação para a Mãe e o Bebê

 

Infecções de ouvido reduzido? Sim.

Menor risco para a asma? Sim.

Amamentar seu bebê traz todos estes benefícios, além de muito mais.

É Seguro Comer Sushi Durante a Gravidez TIRA DUVIDAS

 

>> Recomendamos Para Você:

 

Quer ver depoimentos e dicas para quem esta amamentando

Deixe seu comentário no vídeo abaixo!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

#dietablogbr

 

(VÍDEO) → Suco Detox Para as Mamães que estão Amamentando

 

1. A incidência de pneumonia, resfriados e vírus é reduzida entre bebês amamentados. Infecções gastrointestinais, como diarreia, que pode ser devastador, são também menos comuns.

2. Proteção em longo prazo, amamentar seu bebê reduz o risco de desenvolver doenças crônicas, tais como diabetes tipo I, doença celíaca e doença de Crohn.

3. Ossos mais fortes, mulheres que amamentam têm menor risco de osteoporose pós-menopausa. Quando uma mulher amamenta, seu corpo absorve cálcio com mais eficiência.

4. Risco de SIDS inferior. Amamentação reduz o risco de seu bebê ter síndrome da morte súbita pela metade.

5. Menos problemas com o peso, é mais provável que nenhum de vocês vai se tornar obesa se você amamenta.

6. O leite materno contém 20 calorias por centímetro. Se você alimentar seu bebê com 20 cm por dia, é 400 calorias a menos no seu corpo.

7.  Dicas de amamentação ajudará seu útero voltar ao tamanho normal mais rapidamente, em cerca de seis semanas após o parto, comparado com 10 semanas, se você não amamentar.

8. Menor risco de câncer, amamentação pode diminuir o risco do seu bebê de alguns tipos de câncer infantil. E você vai ter um risco menor de câncer de mama pré-menopausa e câncer de ovário, uma doença frequentemente mortal, que está em ascensão.

9. Colostro é repleto de anticorpos para proteger o bebê recém-nascido. Também é mais elevado em proteínas e é inferior em açúcar, portanto, mesmo uma pequena quantidade pode adiar a fome do seu bebê.

Quando seu leite completo vem (geralmente três a quatro dias após o parto), é superior em açúcar e volume de colostro, mas só o que seu bebê necessita.

Ele precisa de um monte de calorias e as mamadas frequentes é para alimentar o seu crescimento rápido. O leite maduro é projetado para ser digerido rapidamente, assim ele vai mamar muitas vezes.

10. Vacinas mais eficaz. Pesquisas mostram que os bebês amamentados têm uma melhor resposta imunitária às vacinas do que bebês alimentados por leite em fórmula.

11. Atraso na menstruação. A amamentação provoca a liberação de prolactina, que mantém o estrogênio e progesterona na baía para a ovulação não ser acionada.

Mesmo se você só amamentar, seus níveis de prolactina eventualmente cairá ao longo de vários meses.

12. Ao contrário de uma garrafa, você não pode ver o quanto seu bebê esta cheio. Você tem que confiar em seus instintos e reparar no comportamento do bebê para saber quando ele está cheio.

13. Você pode guardar os preservativos, a importância da amamentação te protege de 98% a 99% de engravidar de novo, mas algumas orientações devem ser seguidas: Você deve amamentar pelo menos a cada quatro horas ininterruptamente; você não deve dar ao seu bebê chupetas, mamadeira ou leite em fórmula e você deve ser inferior a seis meses após o parto.

14. As mamadas noturnas são as mais importantes para o “método de amenorreia de lactação”, então não deixe seu bebê dormir através de uma alimentação.

15. Não há nada mais fácil, basta puxar sua camisa. O leite materno está sempre disponível e sempre na temperatura certa.

 

>> Quais são os benefícios da amamentação?

 

Amamentar é a maneira recomendada para alimentar um recém-nascido.

A academia americana de Pediatria recomenda aleitamento materno por seis meses a um ano, e a Organização Mundial de Saúde recomenda o aleitamento materno junto com alimentos complementares pelo menos os dois primeiros anos de vida.

 

> Morbidade e mortalidade

Os maiores e mais óbvios benefícios do aleitamento materno são para a saúde imediata e a sobrevivência da criança.

Taxas de diarreia, infecções do trato respiratório, otite média e outras infecções, como também mortes causadas por estas doenças, são todos menores no leite materno do que em crianças não-amamentadas.

Estes benefícios, resultantes de imunidade mais forte e reduzir a exposição a agentes infecciosos, são maiores em crianças mais jovens e onde a higiene e o saneamento são pobres.

 

> Desenvolvimento intelectual e Motor

Estudos confirmam que crianças que são amamentadas fazem melhor um testes de desenvolvimento intelectual e motor do que crianças que não são amamentadas.

Ao contrário de substitutos do leite materno, o leite materno contém ácidos graxos poli-insaturados cadeia longa, conhecidos por serem importantes para o desenvolvimento e crescimento do cérebro.

O único contato físico entre mãe e criança fornecido pelo aleitamento materno também é pensado para fornecer a estimulação psicossocial e da ligação que pode ter benefícios do desenvolvimento (2).

 

> Saúde materna

Início da amamentação imediatamente após estimular a liberação de ocitocina, um hormônio que ajuda a contrair o útero, expulsar a placenta e reduzir o sangramento pós-parto.

Amamentação também atrasa o retorno da fertilidade, reduzindo assim a exposição aos riscos de saúde materna associada com intervalos curtos de nascimento.

A longo prazo, as mães que amamentam tendem a ter menor risco de câncer de mama pré-menopausa e câncer de ovário.

 

> Mais fácil de digerir

Segundo a academia americana de Pediatria, o leite materno é mais fácil de digerir, em comparação com a fórmula em pó, tornando-se o alimento perfeito para o sistema digestivo imaturo de um bebê.

Este artigo sobre a composição do leite materno e comparação com vacas e leite de fórmula padrão lista abaixo pelas seguintes razões:

Leite humano contém uma lipase estimulada sal biliar específico que ajuda a criança na digestão de gorduras.

Leite humano contém uma proteína do whey maior proporção de caseína. Proteína de soro de leite ajuda na formação de coalho gástrico mais suave, reduz o tempo de esvaziamento gástrico e facilita a síntese de lactose.

Lactose no leite humano facilita a absorção de cálcio e ferro mais fácil.

As concentrações de vitamina e mineral no leite humano são melhor adaptadas para necessidades infantis e, portanto, são absorvidas melhor.

 

> Economia

Além de deixar a criança mais saudável e mais segura, o método de alimentação do aleitamento materno também é o menos caro.

Para muitas famílias pobres, o custo proibitivo dos substitutos do leite materno coloca essa opção completamente fora do alcance.

Para outros, o impacto das compras fórmulas sobre o orçamento doméstico pode ser incapacitante.

 

> Conclusão

Embora especialistas acreditam que o leite materno é a melhor escolha nutricional para lactantes, o aleitamento materno pode não ser possível para todas as mulheres.

Dependendo das circunstâncias, vários fatores podem levar você a considerar a fórmula de alimentação uma opção. Se você estiver considerando a fórmula-alimentação, faça sua pesquisa para que você possa tomar uma decisão informada.

O foco deve estar em nutrir seu bebê.

ATUALIZADO: 24.07.17


 

Isto esvazia seu intestino por completo e faz você perder muito peso também!

 

DICAS DE BELEZA SIMPLES E FÁCEIS »

 

DICAS DE SAÚDE E BEM ESTAR »

Recomendados Para Você: