Tratamento Estrias: Quais as Causas e Tratamentos que Funcionam

Tudo Sobre Tratamento Estrias

tratamento estrias

As estrias continuam sendo uma das principais queixas estéticas no consultório dermatológico.

É uma afecção muito comum e, apesar de ser considerada uma queixa estética, pode trazer importantes conseqüências psicossociais ao indivíduo acometido.

Além disso o aparecimento de estrias roxas pode refletir alteração do tecido conjuntivo e expressar condições patológicas locais e sistêmicas.

Seu aspecto visual demonstra a atrofia da pele de forma linear, alongada, ondulosa, deprimidas (porém às vezes podem ser salientes: hipertróficas), mas sempre moles e depressíveis.

Sua coloração inicial costuma ser rósea-avermelhada, roxa ou azulada e ao final se torna branco-nacarada.

 

O que causa Estrias:

  • Predisposição genética (presença de história familiar de um dos lados paternos ou doenças genéticas como : síndrome de Marfan, Ehlers-Danlos, Displasia Ectodérmica, etc.).
  • Fatores hormonais e bioquímicos ( puberdade, gestação, uso de corticóides orais, tópicos ou injetáveis).
  • Estiramento da pele ( rápidas mudanças de peso, levantamento de cargas e musculação, expansão tecidual, suturas com tensão e, mais recentemente, estrias na gravidez relacionadas à cirurgia de aumento das mamas).

Deficiências nutricionais (carência de uma ingestão diária equilibrada e saudável de vitaminas, sais minerais, colágeno, fibras, encontrados em diversos alimentos como frutas e vegetais frescos, gelatina, mocotó…)

Leia também: Como Acabar com as Estrias – receita caseira de creme

beleza.blog.br-tratamento-estrias-quais-sao-as-causas-tratamentos-que-funcionam

(VÍDEO) Estrias Tratamento Caseiro Rápido e Fácil

 

(VÍDEO) Estrias Aprenda a Eliminar – Tratamento Caseiro

 

(VÍDEO) Celulite Dicas Especiais Como Evitar e Combater

 

>> LEIA MAIS SOBRE CELULITE E ESTRIAS:

 

Estrias na gravidez como evitar?

Em relação as gestantes vale lembrá-las que 70% delas desenvolverão estrias tratamento caseiro durante a gravidez.

Elas tendem a se desenvolver a partir da 25 semana gestacional. Fatores genéticos em combinação com as alterações hormonais típicas deste estado, mais o estiramento da pele e deficiências nutricionais específicas provocam este aumento percentual.

Através de uma análise estatística, observou-se que existem quatro fatores de risco para estrias na gestação:

  • Gestação em idade inferior a 25 anos.
  • Ganho de peso materno superior a 15Kg durante toda a gestação.
  • Rescém-nascido de grande peso (superior a 3.500kg).
  • Uso de grande quantidade de corticóide sistêmico durante a gestação (nos casos em que se faz necessário a maturação precoce do feto).

Em relação a cor da pele(raça) não foi encontrada diferença estatística significativa. Porém no que diz respeito ao grau de instrução materna, pôde-se perceber uma tendência para maior freqüência de estrias em pacientes menos instruídas.

O uso de cremes e óleos contendo tocoferol, extrato de centelha asiática, hidrolizado de colágeno e elastina , entre outros ativos, ajudou a prevenir o desenvolvimento de estrias em muitas mulheres.

 

Quais são os tratamentos para combater Estrias:

Como a sua patogênese é multifatorial, o tratamento compreende vários aspectos:

  • Melhoria da qualidade nutricional, às vezes sendo necessária suplementação adjuvante,
  • Intensa hidratação da pele, no mínimo 2xdia, em todo corpo, principalmente nas áreas de maior risco: mamas, bumbum, coxas, abdome, quadril. Nos casos de pessoas que praticam musculação cuidados especiais com o peitoral, bíceps e coxas!!!
  • Uso de ácidos na forma de cremes ( ac. Retinóico, ac. Glicólico, AHA frutas, ac. Ascórbico, etc.) ou na forma de peelings.
  • Peelings de cristal ou diamante (várias sessões)
  • arboxiterapia intradérmica (várias sessões)
  • Radiofreqüência tri ou six polar (várias sessões)
  • LIP (Luz Intensa Pulsada) (várias sessões)
  • Lasers fracionados de Erbyun ou CO2 (várias sessões)

Vale lembrar que hoje já se é possível efetuar alguns tratamento para estrias durante o período gestacional, prevenindo, desta forma, a progressão, a multiplicação e o alargamento dessas estrias tem cura.

 

FICA A DICA:

A época ideal para iniciar um tratamento anti-estrias é ainda quando elas estão rósea-arroxeadas e ainda não possuem um grande grau de atrofia cutânea. Mas já hoje existem técnicas que ajudam a atenuar as estrias brancas!

No caso de suas estrias já serem totalmente brancas o melhor a fazer seria se programar para várias sessões de lasers fracionados (atualmente o melhor é o CO2).

Depois sim o uso de outros agentes terapêuticos conseguiriam penetração suficiente para auxiliar no resultado estético final.

O que se preconiza hoje é uma boa avaliação clínica de estrias vermelhas a ser tratada e fazer um planejamento terapêutico(normalmente será uma associação de técnicas).

O objetivo é alcançar o melhor resultado final possível dentro da realidade orçamentária do paciente em questão, uma vez que estes procedimentos ainda, em sua maioria, são de altos custos.

ATUALIZADO: 25.10.16 (INFOGRÁFICO)

 

medico-emagrecer-mulher-projeto-novo-1-197x300_mini

 

>> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *