Silicone nos Seios: Tudo sobre Silicone nos Seios

Tudo Sobre Silicone nos Seios

cirurgia-nos-seios mini

Até pouco tempo a cirurgia estética mais comum nos seios era a cirurgia de preenchimento, com colocação de prótese de silicone. A operação para colocação de prótese é arriscada, mas sempre foi muito popular, desde seu surgimento, em 1962.

Em 2010 colocar silicone no seios era a segunda cirurgia mais realizada no mundo inteiro.

No entanto, muitas dúvidas sempre rondaram o procedimento, que chegou a ser banido dos EUA durante a década de 90, até que pesquisas comprovaram que o material utilizado realmente não era maléfico ao sistema imunológico.

Mas início dos anos 00, um tipo especifico de prótese foi banido do mercado e o presidente de sua empresa foi preso, pois autoridades detectaram o uso de silicone industrial no produto.

Atualmente, a prótese nos seios tem perdido espaço para outra cirurgia, a qual já é a quarta mais realizada, segundo ranking mundial: a mastopexia, procedimento que visa recuperar a região do busto da flacidez, sem aumentá-la.

>> Recomendamos Para Você:

(VÍDEO) SILICONE NOS SEIOS – Minha experiência!

(VÍDEO) Silicone nos Seios: Como decidir o Tamanho, Formato e Altura


cirurgia-nos-seios-fotos

Sobre a Flacidez das Mamas

A flacidez nas mamas tem várias razões, desde a gravidez até a consequência do tempo, o mal-uso de sutiãs e a má postura, são diversas as razões.

Embora seja algo mais perceptível em mamas de tamanhos maiores atinge todas as mulheres, pois a pele de todos perde a rigidez com os anos, a falta de colágeno e outras vitaminas que a ajudam em sua renovação se perdem e sua produção é diminuída.

Hoje em dia, é possível minimizar esses problemas com tratamentos em longo prazo, pois existem produtos repositores no mercado, além de cremes específicos para a pele e para o efeito que se deseja obter, ainda assim tratamentos longos não são muito procurados, e as cirurgias ganham adeptos por suas promessas de resultados imediatos.

A cirurgia não visa aumentar os seios, mas devolver a região a forma e a consistência. A cirurgia reposiciona as aureolas dos seios e levanta as mamas pelo tecido conjuntivo.

A vantagem dessa cirurgia é que apenas a pele flácida é removida, preservando o tecido mamário. A partir dos 15 anos já pode ser realizada, pois o desenvolvimento das mamas já é considerado completo a partir dessa idade.

É um caso simples, com uma duração de no máximo 2h.

Para muitas pacientes que desejam colocar silicone a mastopexia também é indicada para conseguir um efeito mais natural e evitar a queda do tecido, pelo peso da prótese, em caso de já haver flacidez.

Assim como na cirurgia de aumento dos seios ou qualquer outro procedimento cirúrgico, é preciso ficar atento aos cuidados para conseguir sucesso completo na operação.

Primeiramente, analisar o perfil do cirurgião escolhido, é importante fazer uma escolha certa de cirurgião plástico, procure por cirurgiões que obtiveram resultado satisfatório em cirurgias similares.

Além do especialista, é importante analisar a estrutura do hospital onde será realizada a cirurgia, o local deve ter uma unidade de terapia intensiva (UTI).

Após a cirurgia, o procedimento padrão é de que a paciente seja encaminhada para a observação, ela deverá ficar no mínimo três semanas em repouso, para evitar problemas com o resultado final que vão desde hematomas à má cicatrização dos pontos, que pode levar a riscos.

É fundamental, durante esse período, a restrição dos movimentos dos braços, evitando a abertura de pontos e mudança de posição do seio, que podem levar a má cicatrização, também é indicado o uso de um sutiã especifico.

O tipo de anestesia para a cirurgia é local, a cirurgia leva cerca de duas horas e o período de internação, costuma ser de 24 horas, no mínimo.

No pré-operatório são solicitados diversos exames obrigatórios. As atividades podem ser retomadas me até 10 dias, mas atividades físicas só são liberadas após um mês da cirurgia.

Qual é o tempo de recuperação apos do aumento do peito?

Para uma pessoa se recuperar completamente de uma cirurgia nos seios leva cerca um mês para se recuperar completamente, isso também vale para cirurgias de aumento em seios com implantes de mama sobre o músculo.

Para cirurgia de mama com implante de próteses mamárias abaixo do músculo, leva quatro meses para se recuperar completamente.

O tempo de recuperação também depende de vários fatores, como idade, saúde e forma do corpo original da mulher.

 

FICA A DICA:

Para o corra tudo bem em sua recupeção você precisa tomar muito cuidado. Deve-se ter em mente que o tempo de recuperação para o aumento da mama pode aumentar se as instruções não são seguidas a risca.

Não apresse a recuperação até se sentir confortável com seus novos seios.

 

>> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

[anelmagnetico]

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *