Óleo de Coco: Para que serve? Como Utilizar e Benefícios

Tudo Sobre Óleo de Coco: Para que serve? Como Utilizar e Benefícios

Óleo de Coco: Para que serve?

CURIOSIDADES SOBRE O ÓLEO DE COCO

O Óleo de Coco, de acordo com relatórios recentes, é o melhor para cura em todos os alimentos.

Afirmações não faltam de que o óleo de coco é um alimento saudável que pode curar tudo, de pobre a função imunológica, tiróide doença, e doença cardíaca, a obesidade, câncer e HIV.

 

>>> Então você deve estocar óleo de coco em casa? Não tão rápido.

A evidência de que o óleo de coco é super saudável não é convincente e essas afirmações parecem ser mais testemunhos do que evidências clínicas.

Há evidências muito limitadas sobre a evolução das doenças.

Tudo o que tem sido bem estudado é o impacto do óleo de coco em níveis de colesterol e os resultados são intrigantes mas ainda não se sabe se é prejudicial ou benéfica.

 

Óleo de Coco Para que serve Como Utilizar e Benefícios

>> Recomendamos Para Você:

(VÍDEO) Óleo de Coco Emagrece ou Engorda – Tira Duvidas

 

(VÍDEO) Benefícios Óleo de Coco Extra Virgem

 

(VÍDEO) Óleo de coco! Mitos e verdades!

>>> O que é o Óleo de Coco?

Óleo de coco virgem, não contém hidrogenação (o processo de adição de hidrogênio para fazer um líquido gordura dura), contém 92% de gordura saturada – a maior quantidade de gordura saturada saudável.

Gorduras mais saturadas são sólidas à temperatura ambiente, encontradas em produtos de origem animal (carne, leite, frango com pele e gordura da carne) e contêm colesterol.

Ao contrário das gorduras animais, óleos tropicais – de palma, semente de palma, e óleo de coco – são gorduras que são chamadas de óleos ruins, dependendo da temperatura ambiente pode ser sólido, semi-sólido, ou líquido, e não contêm colesterol saturado.

Como para calorias, todas as gorduras têm o mesmo número de calorias por grama. Uma colher de sopa de óleo de coco contém 117 calorias, 14 gramas de gordura, 12 g de gordura saturada, e sem vitaminas ou minerais.

 

>>> Óleo de coco é melhor do que outras gorduras e óleos?

O óleo de coco é melhor do que manteiga e gorduras, mas não tão bom como óleos vegetais líquidos. Mas mesmo que o óleo de coco é livre de colesterol, ainda é uma gordura saturada que deve ser limitada na dieta e se você está à procura de benefícios para a saúde de verdade, substitua gorduras saturadas por gorduras insaturadas, usando óleos vegetais como soja, canola, milho ou azeite.

As gorduras são uma parte importante de uma dieta saudável, mas o truque é comer gordura suficiente, não muito, e escolher os melhores gorduras.

As gorduras representam 20% a 35% do total de calorias e gorduras saturadas a menos de 10%. E mesmo que o óleo de coco é um líquido, as diretrizes dietéticas consideram uma gordura sólida que eles recomendam reduzir na dieta dos brasileiros, juntamente com açúcares adicionados.

Os alimentos que contêm óleo de coco não são geralmente potências de nutrientes, por isso é melhor escolher as gorduras saturadas de alimentos que são ricos em nutrientes, como queijo e magra proteína.

 

>>> Onde estão as Provas?

O óleo de coco tem alguns ácidos graxos coração-friendly (mirístico), mas mais ácidos graxos ruins para o coração, hostil (láurico).

Gorduras saturadas podem aumentar o LDL (mau colesterol) e, apesar de alguns estudos demonstrarem que pode melhorar a razão de colesterol de HDL , também mostraram um aumento do colesterol LDL e da linha de fundo, qualquer alimento que aumenta o colesterol LDL deve ser limitado porque colesterol LDL é o alvo principal tratamento para a doença cardíaca.

No entanto, há um debate sobre o papel da gordura saturada e do papel do colesterol LDL.

O colesterol LDL é apenas um dos muitos biomarcadores para o risco de doença cardíaca. LDL é importante, mas assim é HDL e que é mais importante e relevante para a boa saúde é especulativa por isso, devemos olhar além do LDL isoladamente para determinar o impacto da saúde de um alimento.

>>> Classificando

Existem duas categorias básicas de gorduras. As gorduras saudáveis são insaturadas e incluem óleos vegetais, óleos de peixe e gorduras vegetais em nozes, abacate e sementes.

Essas gorduras devem ser as principais gorduras em sua dieta porque elas são neutras ou aumentam o colesterol HDL, mas não aumentam o colesterol LDL.

As gorduras saturadas menos saudáveis encontradas em gorduras animais e óleos tropicais, incluindo o óleo de coco, são permitidas, mas em quantidades menores, porque elas aumentam o colesterol LDL.

As gorduras trans em alimentos processados são os piores gorduras, capazes de reduzir o aumento de HDL e LDL, e deve ser mantida tão baixa quanto possível.

 

>>> Comida é mais importante do que nutrientes

Comer uma dieta nutritiva, que inclui principalmente alimentos integrais e equilibrar calorias é mais importante do que se preocupar com os nutrientes e alimentos específicos.

Nós comemos alimentos, não nutrientes, e se os consumidores derem mais atenção ao escolher os alimentos mais saudáveis, lendo os rótulos nutricionais, a questão das gorduras seria resolvida.

 

>>> Usar o óleo de coco em Alimentos e Culinária

O óleo de coco está sendo usado em alimentos processados, porque é relativamente barato e pode proporcionar textura crocante em alimentos.

O óleo de coco também tem um alto ponto de fumaça que o torna resistente à oxidação e prateleira estável.

O óleo de coco está ganhando poder com vegetarianos, que preferem obter sua gordura saturada de origem vegetal.

Chefs estão descobrindo as propriedades únicas de óleo de coco na comida porque tem um ponto de fumo elevado e capacidade de endurecimento.

Aproveite o óleo de coco se for sua preferência, mas faça com moderação, até nova pesquisa indicar que ele é melhor do que outras gorduras saturadas.

ATUALIZADO: 12/09/2016 (INFOGRÁFICO)

medico emagecer mulher

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *