Lúpus: Como Detectar os Sintomas e como Tratar Corretamente

Tudo Sobre Lúpus Como detectar os sintomas e como tratar corretamente

lupus

Para entender sobre a doença lúpus, é importante saber que se trata de doença auto-imune com danos a vários órgãos e também sistemas do corpo.

Nessa doença, os anticorpos atacam as células com risco de graves complicações, os mesmos deveriam atuar no combate às doenças. Mas doença lúpus mata?

beleza.blog.br.lupus-como-detectar-os-sintomas-e-como-tratar-corretamente

>> Recomendamos Para Você:

 

 (VÍDEO) Lúpus – Causas, Sintomas e Tratamentos

 

Com o tratamento adequado ao paciente é possível levar uma vida normal. O lúpus acontece mais em mulheres, e há forte traço genético.

Um dos sintomas da doença é, com freqüência, diagnosticado entre os 10 e 40 anos de idade da pessoa.

São muitos os sintomas do lúpus, como a dor nas articulações e a fadiga, febre e as manchas na pele, a tosse seca, cefaleia, anemia, inchaço, convulsões.

Ainda vermelhidão no rosto e nariz, com desenho de asas de borboleta.

Outros sintomas são dificuldade para respirar, a taquicardia, fotossensibilidade, e pequenas feridas na região do nariz e boca, as doenças do aparelho respiratório.

Ainda mal-estar, a ansiedade e perda do apetite, pouca quantidade de urina, a depressão, e doenças do sangue, renais, e reumatolóticas, são sintomas evidentes.

Quanto ao diagnóstico dessa doença, o médico vai analisar os sinais do lúpus transmissível, levando em conta os critérios do colégio de reumatologia.

Este tem base na presença, de ao menos, quatro critérios dos onze critérios listados.

Um dos critérios é a eritema malar, ou seja, mancha característica plana ou com relevo pelo rosto.

Outros dois critérios são lesão discóide e fotossensibilidade.

A lesão discóide é a lesão eritematosa que é infiltrada, com escamas e tampões, com evolução para tipo de cicatriz. Já a fotossensibilidade é exantema cutâneo, que vem da reação não comum ao expor-se a luz do sol.

Ainda como critérios há serosite, comprometimento renal, alterações neurológicas, alterações hematológicas, úlceras orais e nasais.

E a artrite é outro critério, a não erosiva que envolve duas ou mais articulações periféricas, com dor e edema, ou derrame articular.

Outro critério é composto por alterações imunológicas. E completando os onze critérios apresentados estão os anticorpos antinucleares.

Alguns exames são excelentes para o diagnóstico da doença, os exames de anticorpos, a radiografia do tórax, a biópsia renal, uranálise e também hemograma completo.

É importante saber que essa doença lúpus não é contagiosa, porque é auto-imune, ou seja, o sistema imune do paciente ataca as células do próprio paciente.

E há diferentes tipos de lúpus. O lúpus discoide é somente limitado à pele, já o lúpus sintêmico atinge o corpo todo.

Há também o lúpus induzido por medicamentos, como remédios para malária como cloroquina, e também corticosteróides, e antiinflamatórios de maneira geral.

O tratamento para essa doença é com base nos medicamentos corticosteroides e também imunossupressores. Às vezes é preciso fazer uso de outros medicamentos para tratamento das doenças associadas.

É importante saber que existem alimentos adequados para os pacientes da doença lúpus, que são os antiinflamatórios.

O chá verde, aveia, cebola, alho, brócolis, repolho, couve-flor, soja, tomate, semente de linhaça, e uva são antioxidantes e muito indicados.

Ainda o atum, bacalhau, salmão, cavalinha, sardinha, arenque e truta também são recomendados, pois são ricos em ômega 3.

Também indicados estão limão, abacate, laranja azeda, cebola, cenoura, tomate, alface, nabo, couve, pepino, germinados, lentilha, e beterraba porque são itens alcalinizantes.

Outra indicação são alimentos biológicos e integrais e também beber muita água diariamente. E as pessoas que têm a doença do lúpus eritematoso sistêmico apresentam algumas complicações.

As mulheres portadoras conseguem engravidar, mas é necessário seguir de forma correta as recomendações do médico e também aguardar o período de remissão de crises, para que se comece a tentar a gravidez.

Ainda assim, ela pode ter mais dificuldade em engravidar do que outras mulheres, com maior risco de aborto espontâneo.

Para os pacientes do lúpus é indicado não ingerir as bebidas alcoólicas.

Ainda é recomendada a não exposição ao sol e não fumar, e não tomar os anticoncepcionais orais. Essas atitudes trazem risco para uma nova crise do lúpus.

Para os períodos entre as crises, a atividade física tem sido benéfica para os pacientes. E os pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico não podem tomar as vacinas com o vírus vivo.

É importante sempre fazer os exames de rotina e visitar o médico, pois assim as doenças são evitadas e tratadas da maneira adequada.

ATUALIZADO: 25.11.16 (INFOGRÁFICO)

 

medico-emagrecer-mulher-projeto-novo-1-197x300_mini

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Boa noite meu nome é Ezeli rosa minha irmã tem Lúpus ela está passando muito mal ela tem 58 anos faz tratamento em Araruama mas não tem conseguido médico eu não sei o que fazer ela é aponsentada me ajudar por favor em nome do senhor Jesus Cristo moro em Niterói pedir aos filhos pra trazerem ela pra cá

  • tenho lupos e não sei como tratar este mal terrível sinto dores nas articulação eu sinto varias parde do corpo arder como pimenta basta um toque pra a pele ferir.
    estou em panico pelo amor de deus mi ajude. grata nilza