CARDÁPIO DIETA PALEO PARA EMAGRECER: PERCA 9KG (2016)

Guia Completo com Cardápio de Dieta Paleo para Emagrecer

CARDÁPIO DIETA PALEO PARA EMAGRECER PERCA 9KG (2016)

A dieta Paleo: Comer Mais e Ainda Perder Peso. Fatos sobre a dieta do Paleolítico, também conhecida como a dieta do homem das cavernas.

Parece que todo dia aparece uma nova dieta no mercado que promete resultados surpreendentes em pouco ou nenhum tempo — ou esforço.

Enquanto a maioria das dietas apenas fazem você jogar dinheiro fora, uma nova dieta está apresentando algo novo.

Na verdade, os defensores da dieta alegam que ela é super antiga e existe há mais de 10.000 anos.

A dieta paleolítica, chamada dieta Paleo, baseia-se na idéia de que devemos comer e mover-se como nossos ancestrais faziam durante a era paleolítica.

Abaixo estão cinco regras que você deve saber antes de começar esta dieta.

 

1. Pensar como um caçador e coletor: Se você não consegue caçar ou coletar como nos tempos do Paleolítico, você provavelmente não deveria comer assim. Nessa dieta, você vai comer legumes, frutas e carnes.

 

2. Cortar alimentos lácteos e transformados. Não havia vacas domesticadas nesta época e muito menos cereal matinal.

O leite é totalmente proibido na dieta Paleo.O mesmo vale para qualquer coisa que venha em uma caixa, ou que tenha mais que um ingrediente descrito na embalagem.

 

3. Ame os vegetais: Como a carne não estava sempre disponível para nossos ancestrais, você precisa comer muitas frutas e vegetais frescos. Prefira os produtos de sua região, de acordo com a estação.

 

4. Prefira a liberdade ou o faça você mesmo: Se você realmente quer viver o estilo de vida, você pode realmente caçar o seu próprio alimento (mas apenas se o país em que você vive permitir isso).

Caso contrário, prefira as carnes mais naturais, caipiras e orgânicas. Você precisa da proteína em sua forma mais natural possível.

 

5. Pratique exercícios físicos: Não esqueça o treino do Paleo! Incorpore corridas curtas (para simular uma pequena caçada), saltos e pulos (como pegar uma fruta de uma árvore).

Outros movimentos de alta intensidade de força funcional como agachamentos e flexões, ajudam para que você obtenha uma aparência magra.

Saiba que esta dieta não é permitida para todas as pessoas e que muitos nutricionistas e profissionais de Educação Física são contra ela por causa de suas restrições.

O importante é pensar que esta é uma maneira nova e interessante para observar o que você come e como se movimenta.

Nos dias atuais muitas vezes nos esquecemos das vantagens de uma boa alimentação e de atividade física regular.

Este é o momento de voltarmos as nossas raízes, literalmente!

 

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Cardápio para Dieta Paleo

 

(VÍDEO) DIETA PALEO

 

(VÍDEO) Dieta Paleo

 

(VÍDEO) TUDO SOBRE DIETA PALEOLÍTICA

SEGUNDA-FEIRA

 

Café da Manhã

– 1 batata-doce pequena

– 1 ovo mexido com 1 fio de azeite

– 1 maçã

 

Lanche da Manhã

– 5 castanhas de caju

 

Almoço

– 1 prato (sobremesa) de salada de alface, tomate e cebola temperada com limão a gosto e 1 col. (chá) de azeite

– 1 filé de frango pequeno grelhado

– 1 pegador grande de legumes coloridos

– ½ batata-inglesa média cozida

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 5 castanhas de caju

– 1 fruta

 

Jantar

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com ervas e especiarias naturais e 1 col. (chá) de azeite

– 1 filé de frango desfiado

– 2 pegadores grandes de hortaliças cozidas

 

Ceia

– 1 pera

 

 

TERÇA-FEIRA

 

Café da Manhã

 

– 1 pedaço médio de aipim cozido com 1 col. (chá) de azeite extravirgem

– 1 banana

– 3 nozes

 

Lanche da Manhã

– 1 pedaço pequeno de coco fresco

 

Almoço

 

– Salada de folhas verdes à vontade temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 2 fatias finas de lagarto assado

– 2 pegadores de brócolis, cenoura e beterraba

– 1 pegador de legumes coloridos

– ½ batata média assada

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 5 amêndoas

– 1 fruta

 

Jantar

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com ervas e especiarias naturais e 1 col. (chá) de azeite

– 1 filé de peixe assado

– 1 pedaço médio de abóbora cozida

– 1 fruta

 

Ceia

5 morangos

 

 

QUARTA-FEIRA

 

Café da Manhã

– 1 taça de salada de frutas feita com ½ pera, 1 fatia fina de mamão papaia picada e 4 uvas roxas

– 1 col. (sopa) de semente de girassol

– 5 amêndoas

 

Lanche da Manhã

– 1 banana

 

Almoço

– 1 prato (sobremesa) de salada de acelga, rúcula e cenoura temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 1 inhame cozido

– 1 pedaço pequeno de carne de porco assada

– 1 pegador de legumes coloridos

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 1 copo pequeno de água de coco

– 4 nozes

 

Jantar

– Salada de folhas verdes à vontade temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 1 pedaço pequeno de frango ensopado

– 2 pegadores de brócolis, cenoura, beterraba e tomate

– 1 fruta

 

Ceia

– 3 nozes

 

 

QUINTA-FEIRA

 

Café da Manhã

– ½ batata-inglesa média

– 1 fatia fina de melão

 

Lanche da Manhã

– 5 amêndoas

– 1 xíc. de chá-verde

 

Almoço

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes com tomate, cebola e beterraba temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 1 pedaço médio de aipim

– 1 filé de peixe grelhado

– 2 col. (sopa) de abobrinha refogada

– 1 pegador de legumes coloridos

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 5 avelãs

– 1 maçã

 

Jantar

– 2 pegadores de hortaliças cozidas

– 1 bife grelhado

– 1 fruta

 

Ceia

– 1 goiaba

 

 

SEXTA-FEIRA

 

Café da Manhã

– ½ mamão papaia

– 1 batata-doce pequena

– 1 col. (chá) de antepasto de berinjela

 

Lanche da Manhã

– 3 nozes

 

Almoço

– Salada de folhas verdes com cenoura, tomate e cereja à vontade temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 1 inhame cozido

– 2 ovos caipira cozidos

– 3 col. (sopa) de berinjela refogada

– 2 pegadores de legumes coloridos

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 6 sementes de abóbora

– 1 taça de salada de frutas feita com ½ banana, 1 ameixa vermelha e ½ laranja

 

Jantar

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com ervas e especiarias naturais e 1 col. (chá) de azeite

– 1 filé de peixe grelhado

– 1 pegador de hortaliças cozidas

– 1 manga

 

Ceia

– 1 col. (sopa) de semente de girassol

SÁBADO

 

Café da Manhã

– 1 laranja com bagaço

 

Lanche da Manhã

– 1 maçã

 

Almoço

– Salada de folhas verdes com cenoura ralada, tomate e beterraba à vontade temperada com 1 col. (chá) de azeite

– ½ batata-doce assada

– 1 pedaço de frango assado

– 3 pegadores de legumes cozidos

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 1 pedaço pequeno de coco fresco

– 1 tangerina

 

Jantar

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com ervas e especiarias naturais e 1 col. (chá) de azeite

– 1 pedaço médio de frango assado

– 1 pegador de hortaliças cozidas

– 1 fruta

 

Ceia

– 5 amêndoas

 

 

DOMINGO

 

Café da Manhã

– 1 inhame cozido

– 1 fatia média de abacaxi

 

Lanche da Manhã

– 1 col. (sopa) de semente de abóbora

– 1 copo pequeno de água de coco

 

Almoço

– Salada de folhas verdes com cenoura, tomate e cebola à vontade temperada com 1 col. (chá) de azeite

– 1 filé de peixe assado

– 1 pegador de legumes cozidos

– 3 col. (sopa) de espinafre refogado

– 1 fruta

 

Lanche da Tarde

– 5 castanhas de caju

– 1 copo pequeno de água de coco

 

Jantar

– 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com ervas e especiarias naturais e 1 col. (chá) de azeite

– 1 inhame cozido

– 1 filé de peixe ensopado

– 1 pegador de hortaliças cozidas

 

Ceia

– 1 laranja com bagaço

 

(VÍDEO) Dieta da Água para Emagrecer Perca 4kg em 1 Semana sem Passar Fome

 

Dieta Paleolítica

A perda de peso: rápida

As escolhas alimentares: A escolha não é variada.

Na prática: Fácil de seguir no curto prazo, mas a longo prazo difícil.

Atenção: A deficiência de vitamina D pode nos países nórdicos.

 

As Origens

A dieta paleolítica não foi “inventada” é o que os primeiros humanos comeram espontaneamente, naturalmente.

Tanto quanto se pode julgar a partir de populações atuais até mesmo como então, parece que os nossos antepassados não conheciam as doenças degenerativas.

Nós ainda acreditamos que a sua excelente condição física lhes permitiria facilmente competir com os atletas modernos.

Nossos genes que determinam as nossas necessidades nutricionais. Como o genoma humano mudaram 0,02% por mais de 40 000 anos, é dizer que temos os mesmos genes de nossos ancestrais pré-históricos.

Portanto, o poder do que o tempo que deveríamos completamente.

Usando a dieta ancestral podemos atingir um grande sucesso contra doenças auto-imunes, como a esclerose múltipla e artrite reumatoide, bem como doenças que a medicina convencional tem dificuldade em tratar como fibromialgia.

 

Os princípios:

os objetivos: perda de peso, saúde geral melhorada, Desaparecimento de fadiga (mais energia), desaparecimento de problemas na digestão e refluxo ácido, o desaparecimento da rigidez matinal, normalização das funções intestinais (para algumas pessoas).

Prevenção de muitas doenças: doença cardiovascular, osteoporose, síndrome X (diabetes tipo 2, hipertensão arterial, hipertrigliceridemia e obesidade).
Alívio de possíveis doenças auto-imunes: doença celíaca, dermatite herpetiforme, artrite reumatoide, esclerose múltipla, síndrome de Sjögren.

 

O contorno:

A dieta paleolítica completamente remove dois dos quatro principais grupos de alimentos, produtos lácteos e cereais (incluindo pão). É parte das dietas de baixo carboidrato (low carb).

É composta por 22% a 40% de hidratos de carbono, e 19% a 35% de proteína e 28% a 47% de lípidos. Em comparação, a dieta típica norte-americana compreende 50% a 60% de hidratos de carbono.

 

Os alimentos:

Carnes magras, aves, peixes e frutos do mar, e ovos.

Todas as frutas e vegetais pobres em amido.

Todas as nozes e sementes (girassol, amêndoas, etc.).

 

Alimentos com moderação:

Abacates.

Chá, café e bebidas alcoólicas.

frutas secas.

 

Alimentos para cortar de lista:

Todos os produtos de grãos.

Todas as leguminosas.

Todos os produtos lácteos.

Todos os produtos transformados ou enlatados.

Todos os vegetais ricos em amido (batata, mandioca, inhame, etc.).

Carnes gordas.

Alimentos salgados.

Açúcar.

refrigerantes.

Com este regime, não é necessário contar os gramas de carboidratos ou mesmo as calorias que você consome. A regra principal é parar de comer quando estão cheios.

 

Mecanismos de ação:

1- Alegada

De acordo com a teoria, os diferentes aspectos de a dieta resultar em vários benefícios. Aqui estão eles, em relação a todos os aspectos.

Efeitos de carnes magras de proteína, abundante na dieta paleolítica:

Queimar mais calorias através de um maior efeito térmico de proteína em comparação com carboidratos e gorduras.

Alcançar mais rápido e manter por mais tempo a saciedade.

Reduzir o colesterol “mau” (LDL), triglicerídeos e homocisteína, aumentando colesterol “bom” (HDL).

Melhorar o metabolismo da insulina.

Baixa pressão arterial.

Todos estes efeitos iriam facilitar a perda de peso e proteger de doenças cardiovasculares.

 

Efeitos da abundância de frutas e legumes:

Restaurar o equilíbrio ácido-base da dieta, promovendo potássio elevado rácio de sódio.

Quanto mais dieta contém potássio em relação ao sódio, mais ele é o equilíbrio ácido-base, ou seja, nem muito ácido nem muito alcalino.

Frutas e vegetais são ricos em potássio enquanto o sódio está associado com cloro no sal.

O cloro é um ácido mineral. Rácio alta de potássio e sódio ajuda a prevenir a hipertensão arterial, cálculos biliares, asma, osteoporose, certos tipos de cancro e outras doenças crônicas associadas a uma dieta rica em sódio.

Prevenir câncer, devido à sua riqueza em antioxidantes.

 

Efeitos de uma alta ingestão de ácidos graxos ômega-3:

Diluir o sangue, prevenir arritmias e reduzir os níveis de triglicéridos no sangue.

 

Efeitos de uma alta ingestão de fibras de frutas, legumes, nozes e sementes:

-Reduzir os níveis de colesterol no sangue.

-Promover a regularidade intestinal.

 

2. Demonstrou

Em primeiro lugar, de acordo com um editorial publicado em 2000 no American Journal of Clinical Nutrition 4 , a dieta paleolítica não corresponde ao que os nossos antepassados comeram todo esse tempo.

Parece que alguns eram mais herbívoros do que carnívoros. A caça só foi prevalente em populações que vivem em grandes altitudes.

Além disso, os nossos antepassados, em comparação com a gente, não tem a liberdade de escolher o que eles comiam.

Eles levaram o que estava disponível e este variou muito de lugar para lugar e de um momento para o próximo ano.

Além disso, o fato de que os caçadores-coletores viveram uma vida muito exigente em termos de gasto de energia e que a maioria dos alimentos selvagens tem uma baixa densidade de energia, provavelmente, tem sido fundamental para a baixa incidência de doenças civilizacionais este tipo de população.

Em relação às alegações sobre os benefícios da fruta, vegetais e teor de ômega-3 na dieta paleolítica, eles são reconhecidos e cientificamente comprovados.

Podemos nos preocupar com as consequências de uma dieta sem fibras solúveis (encontrado em grãos e leguminosas inteiras), incluindo a flora intestinal.

Frutas e legumes, abundantes na dieta paleolítica, contêm fibras, principalmente insolúvel.

 

Tipo de Cardápio do Dia

Refeição da manhã:

Metade de um melão

Salmão com ervas

amêndoas

 

Almoço:

Salada de espinafre com muitos vegetais

Vinagrete feito com azeite de oliva e suco de limão

Peru com molho de citrinos

framboesas

 

Jantar:

horseflesh

vegetais misturados cozinhados no wok

salada de frutas e sementes de sésamo

 

Prós e contras:

Saciedade e bem-estar:

Porque apenas dois grupos de alimentos de quatro são permitidos (carne e alternativas, frutas e legumes), esta dieta pode ser terrivelmente chata.

Outras dietas de baixo carboidrato como Atkins e Miami, permitem a reintrodução de grãos em algum momento, que não é o caso aqui.

Embora a dieta paleolítica pudesse cobrir todas as nossas necessidades nutricionais (exceto vitamina D) é a monotonia que faz pouco longo prazo prática.

Por contra, do seu elevado teor de proteína e fibra dá rapidamente a sensação de saciedade.

 

Na prática:

Com a exceção de restaurantes vegetarianos, este tipo de dieta pode ser seguida em todos os lugares, desde carne, aves, peixe, ovos, frutos do mar, frutas e legumes são alimentos prontamente disponíveis.

Por contras, os lotes de aperitivos, pratos principais, acompanhamentos, a maioria das sobremesas tem que ser anulado.

Esta dieta requer muita disciplina e controle, porque os alimentos são as principais restrições.

 

A perda de peso:

Durante os primeiros seis meses, uma dieta baixa em carboidratos como a dieta paleolítica pode resultar na perda de peso um pouco maior do que uma dieta tradicional (pobre em gordura e rica em carboidratos).

No entanto, a diferença na perda de peso entre os dois parece desaparecer a médio prazo: depois de seis meses, os indivíduos submetidos a uma dieta baixa em carboidratos tendem a recuperar mais peso do que aqueles que seguem uma dieta de baixa gordura.

 

Atenção:

Esta dieta pode induzir o efeito io-io devido à rápida perda de peso nas primeiras duas semanas.

O grande número de alimentos proibidos pode derrubar o indivíduo em um período de excesso de difícil controle.

No caso em que uma pessoa siga esta dieta sem se preocupar com comer uma variedade de alimentos de que as permitidas, déficits nutricionais iria acontecer.

Muitas carnes de criação são demasiadas para corresponder às exigências do esquema.

A deficiência de vitamina D é esperada no curto prazo, especialmente para povos do norte então, compensar tomando suplementos.

ATUALIZADO: 28.07.16

 

medico-emagrecer-mulher

 

> QUER EMAGRECER MAIS RÁPIDO? ENTÃO LEIA:

 

> DICAS E TRUQUES RÁPIDOS PARA CABELO, PELE E UNHAS:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *