27 Incriveis Remédios Caseiros para Vertigem e Labirintite

Tudo Sobre Remédios Caseiros para Vertigem e Labirintite

Remédios Caseiros para Vertigem e Labirintite

Remédios Caseiros para Vertigem

A vertigem é um tipo de tontura caracterizada pela sensação de que você ou seu ambiente estão se movendo, girando, caindo ou inclinando, embora não haja nenhum movimento real.

Pode ser acompanhada por outros sintomas como náuseas, vômitos, perda de equilíbrio, zumbido, perda auditiva temporária ou uma sensação de plenitude na orelha.

Vertigem em si é mais um sintoma de uma doença e é diferente de algumas vertigens ou tonturas.

A forma mais comum é a vertigem posicional paroxística benigna (VPPB), causada por um distúrbio nas partículas de cálcio chamados otólitos nos canais semicirculares do labirinto do ouvido interno.

Indivíduos mais velhos são mais propensos a este problema.

É caracterizada por uma sensação de movimento, causada ou agravada por movimentos bruscos da cabeça ou mudanças posicionais.

Geralmente dura menos de um minuto.

Algumas outras condições que podem levar a vertigem são labirintite (inflamação da estrutura do ouvido interno chamado de labirinto), doença de Ménière, neuronite vestibular (inflamação do nervo vestibular, geralmente causada por uma infecção viral do ouvido), cabeça lesão e enxaquecas.

Também pode ser devido a problemas no cérebro ou nervos ou um efeito colateral de certos medicamentos.

Em alguns casos, a vertigem irá melhorar por conta própria durante um período de tempo.

Você também pode tentar exercícios como a manobra de Epley e outros remédios caseiros para alívio.

Consulte o seu médico antes de usar estes remédios, alguns casos individuais podem sofrer alterações.

Além disso, alguns casos podem exigir o tratamento por um especialista ou mesmo a cirurgia.

27 Incriveis Remédios Caseiros para Vertigem e Labirintite

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Você Sabe o que é Labirintite e o que Causa?

 

(VÍDEO) Mitos e Verdades Sobre Labirintite e zumbidos

 

(VÍDEO) Labirintite, Causas, Sintomas e Tratamentos

>>> Aqui estão os 10 Remédios para Vertigem, em Ordem de Eficácia.

1. Manobra de Epley

A manobra de Epley pode ser altamente benéfica no tratamento de vertigem, especialmente vertigem posicional paroxística benigna (VPPB), sem quaisquer efeitos adversos graves.

Pesquisa descobriu que este procedimento pode ajudar a resolver a VPPB eficazmente e rapidamente.

Sente em cima da cama e coloque um travesseiro atrás de você, de modo que ele ficará sob seus ombros quando deitar.

Se sua vertigem é na orelha esquerda, vire a cabeça 45 graus para a esquerda. (Se é na orelha direita, vire a cabeça 45 graus para a direita e siga o resto do procedimento nesse sentido.)

Deite-se rapidamente com os ombros no travesseiro e cabeça reclinável para a cama por 30 segundos.

Em seguida, sem levantar a cabeça, gire 90 graus para a direita e espere por mais 30 segundos.

Agora, mantendo a cabeça em sua posição atual, rapidamente gire seu corpo inteiro 90 graus para a direita e fique nesta posição por 30 segundos.

Lentamente Levante-se, trazendo sua cabeça para o centro.

Repita este procedimento três vezes diariamente até que você esteja sem vertigem pelo menos 24 horas.

Na maioria dos casos, os sintomas são resolvidos dentro de uma semana.

É melhor executar todos os três ciclos dessa manobra à noite antes de dormir, em vez de manhã ou ao meio-dia.

 

2. Gengibre

Gengibre pode ajudar a lidar com vertigem, porque aumenta a circulação sanguínea para o cérebro e também alivia náuseas.

Um estudo sobre os efeitos de redução de vertigem pelo uso do gengibre descobriu que ele também alivia problemas relacionados como enjoo e enxaqueca.

Simplesmente masque um pedaço de gengibre regularmente para ajudar a aliviar esse problema.

Prepare o chá de gengibre, embeber uma colher de chá de gengibre ralado em uma xícara de água fervente por cerca de cinco minutos e depois coar.

Você pode adoçar com mel. Beba duas vezes ao dia por algumas semanas.

Outra opção é tomar o gengibre em forma de suplemento (consulte o seu médico para dosagem apropriada).

Nota: Converse com seu médico antes de tomar o gengibre pois ele pode interferir com alguns medicamentos como medicação anticoagulante, antidiabético e pressão arterial.

 

3. Ginkgo Biloba

Ginkgo biloba é uma maravilhosa medicina tradicional chinesa que ajuda aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro, reduzindo assim a sensação de tontura.

Tome 120 a 160 mg de extrato de ginkgo biloba em duas ou três doses divididas diariamente por três meses.

Você vai começar a notar a melhora após oito a 12 semanas.

 

4. Sementes de Coentro

Sementes de coentro é um remédio popular da medicina Ayurvedica para vertigem.

Mergulhe uma colher de sementes de coentro e pó de groselha indiana (amla) em um copo de água.

Deixe agir durante a noite.

Coe e beba esta solução na manhã seguinte. Para melhorar o seu sabor, você pode adicionar um pouco de açúcar ou mel.

Repita diariamente, por alguns dias.

 

5. Cardamomo

Cardamomo tem um cheiro suave e propriedades de saúde semelhantes do gengibre, ajudando assim no tratamento natural de vertigem.

Além disso, a ação de massagem presente neste remédio vai ajudar a aliviar o problema.

Ligeiramente aqueça duas colheres de chá de óleo de gergelim.

Misture meia colher de chá de cada de pó de canela e cardamomo.

Massageie suavemente a cabeça com este óleo e deixe por algumas horas.

Faça isso várias vezes por semana por algumas semanas.

 

(VÍDEO) Remédio Caseiro Para Labirintite Resultado Em Segundos

 

6. Basil

Devido ao seu cheiro leve, picante e doce, manjericão funciona como um remédio de aromaterapia para tonturas e vertigens.

Ferva três ou quatro folhas de manjericão em um copo de leite.

Inale e beba este tônico saudável diariamente antes de ir para a cama.

Faça isso pelo menos algumas semanas.

 

7. Massagem Terapêutica

Massagem terapêutica pode ajudar a resolver problemas de equilíbrio e reduzir a tontura em pontos específicos da musculatura anterior do pescoço.

Também irá melhorar a circulação e aliviar a rigidez e dor no pescoço.

Uma massagem indiana na cabeça, também conhecida como champi, vai ajudar.

Isso resolve as dores de cabeça, enxaquecas, zumbido e insônia. Funciona segundo essas culturas nas três chakras superiores, chamado vishuddha, ajna e sahasrara.

Você pode fazer uma simples massagem sozinho diariamente massageando suavemente sua cabeça, pescoço e parte superior em movimentos circulares.

Para a massagem adequada, sessões com um terapeuta de massagem qualificados são altamente recomendadas.

Nota: Evite a massagem vigorosa, especialmente se você tem um distúrbio hemorrágico ou está tomando medicamentos para afinar o sangue.

8. Valerian

Valeriana é útil para lidar com vertigem causada por esgotamento nervoso.

Também ajuda com problemas como insônia e ansiedade.

Pique uma colher de chá de raiz de valeriana secas em um copo de água e dexe agir de 5 a 10 minutos.

Coe e beba este chá até três vezes diariamente por duas a três semanas.

Tome uma colher de chá de tintura de valeriana uma ou duas vezes diariamente por duas a três semanas.

Nota: Não tome valeriana durante um tempo prolongado, pois pode ser viciante. Além disso, consulte o seu médico antes de tomar remédios de ervas.

 

9. Bálsamo de Limão

Herbalistas acreditam que cidreira pode ajudar a curar problemas de ansiedade, depressão, hipertensão, enxaquecas, insônia, tensão nervosa e vertigem, pois age diretamente no sistema nervoso e circulatório.

Além disso, tem propriedades antivirais.

Ferva um copo de água.

Adicione uma colher de chá de cidreira seca e deixe ferver durante 10 a 15 minutos.

Coe o chá e beba várias vezes por dia por algumas semanas.

Você também pode inalar óleo de erva-cidreira, diretamente, mas não durante um tempo prolongado.

Nota: Consulte o seu médico antes de tomar remédios de ervas.

 

10. Amêndoas

Um outro remédio ayurvédico, preparado por uma combinação de amêndoas, sementes de abóbora, trigo e sementes de papoula também pode ajudar a reduzir a tontura e vertigem.

Mergulhe sete ou oito amêndoas, sete ou oito sementes de abóbora, três colheres de sopa de trigo e uma colher de chá de sementes de papoula (também conhecido como khuskhus) na água durante a noite.

Na manhã seguinte, descasque as amêndoas e triture junto com os outros ingredientes encharcados para fazer uma pasta fina.

Refogue meia colher de chá de cravo em duas colheres de chá de manteiga clarificada (também conhecido como manteiga líquida).

Adicione a massa de amêndoa e uma xícara de leite à mistura, ferva e em seguida, desligue o fogo.

Você pode adoçar com um pouco de açúcar.

Beba isto diariamente por alguns dias.

Além desses recursos, é essencial manter-se hidratado. Desidratação contribui para tonturas e vertigens.

Beba muita água durante todo o dia, especialmente quando sentir tontura.

Além disso, você pode realizar mais exercícios de equilíbrio para fazer com que a tontura diminua.

Acupuntura, meditação e técnicas de respiração também podem ser úteis.

 

Acupuntura, Vertigem e Labirintite

Labirintite é uma inflamação do labirinto, sistema de tubulação e sacos do ouvido interno.

Este tipo de inflamação pode ser causado por bactérias ou vírus que podem afetar a sua audição e equilíbrio.

Na maioria dos casos, labirintite é causada por um vírus, por vezes, depois de uma outra infecção, como a gripe, papeira, sarampo, hepatite ou mesmo.

Os sintomas incluem problemas de audição, tontura, vertigem e náuseas.

 

O Tratamento Depende da Natureza da Infecção:

A acupuntura traz excelentes resultados para o tratamento de labirintite viral. Menos de 10% requer o uso de um tratamento à base de plantas.

Por contras, se o seu labirintite é fonte bacteriana (que é muito mais raro), pode ser o resultado de uma otite média crônica.

Ele também pode ser o resultado de meningite bacteriana, ou invasão de bactérias devido a trauma ou uma doença que afeta as membranas que separam o ouvido interno e do ouvido médio.

De qualquer forma, labirintite bacteriana deve primeiro ser tratados com antibióticos

Os resultados são sustentáveis, na maioria dos casos.

No entanto, o número de tratamentos necessários deve ser cumprida para obter bons resultados.

 

(VÍDEO) Saiba como Identificar a Labirintite

 

ACUPUNTURA É DOLOROSA?

A acupuntura não é dolorosa, mas isso não significa que você não sente nada em tudo.

Agulhas modernas são usadas para minimizar qualquer desconforto.

A inserção inicial pode resultar em uma pequena picada, mas muitas vezes nem sequer é sentida.

A partir daí, é possível experimentar uma sensação de inchaço, dormência ou calor em alguns pontos.

As agulhas são normalmente deixadas no local por cerca de quinze minutos.

 

Números de Tratamentos:

O número de tratamentos depende da natureza e extensão do problema.
Nos casos mais graves, as sessões são repetidas se necessário.

Em casos crônicos, os tratamentos são repetidos até que apresente resultados desejados.

Embora muitas pessoas experimentem sintomas reduzidos no tratamento precoce (em casos agudos), é muitas vezes necessário realizar entre Junho e

Agosto tratamentos antes de ver resultados. Isto depende principalmente da complexidade do problema a ser tratado e do estado geral do paciente.

Normalmente, a condição é mais crônica, mais tratamentos para conseguir alívio em longo prazo, para condições crônicas, “série” de 10 tratamentos é frequentemente recomendada, seguido por uma re-avaliação.

O tratamento geralmente é interrompido se não houver alteração após 6-8 tratamentos.

 

EXPLICANDO A ACUPUNTURA CIENTIFICAMENTE:

Segundo a tradição chinesa, o corpo é coberto por circuitos ao longo do qual circula a energia.

Esses “caminhos de energia” são chamados de meridianos podem ser comparados aos rios que correm através do corpo para irrigar e nutrir os tecidos.

Um obstáculo em um canal de energia é como uma represa colocada através de um rio.

Acupuntura pode alterar o fluxo dessa energia através da inserção de agulhas em pontos de acupuntura.

Eles eliminar os obstáculos e restaurar o fluxo normal nos meridianos que asseguram uma melhor circulação.

Estes termos e conceitos podem ofender nossas mentes sobre os ocidentais.

Não devemos esquecer que a medicina chinesa é muito antiga. Então praticantes têm tentado entender o mecanismo de ação.

Então, eles explicaram suas descobertas à luz do conhecimento filosófico e cultural de seu tempo.

No entanto, algumas modernas descobertas científicas gradualmente permitem explicar de forma diferente a ação da acupuntura.

 

PONTOS DE ACUPUNTURA:

Ele identificou centenas de pontos de acupuntura (incluindo 361 key).

As maiorias dos pontos de acupuntura estão localizados em meridianos.

Alguns deles estão localizados fora destes (eles são chamados aponta meridianos).

Eles têm uma localização anatômica muito precisa.

Eles estão localizados em uma cavidade na parte inferior de uma depressão cutânea palpável, sensível à palpação profunda.

O ponto de acupuntura pode ser comparado a um alvo. A ação é tanto mais eficaz quanto se aproxima do seu centro.

O ponto de acupuntura tem características elétricas particulares. A resistência elétrica da pele é 10 vezes menos do que os pontos de acupuntura. É esta propriedade usada pelo detector de ponto.

A sua eficácia depende da inervação cerebrospinal e do sistema nervoso autônomo. A injeção de procaína no ponto de acupuntura e lesões medulares (paraplégicos) fazer desaparecer o efeito analgésico. (Térénius e Han).

Sob um ponto de acupuntura, há uma grande variedade de elementos, tais como o tecido conjuntivo, do nervo ou elementos vasculares.

Em mais de 70% dos casos, o gatilho de localização corresponde a um ponto (ponto de penetração do nervo para o músculo). Os pontos de gatilho são todos pontos de acupuntura, mas o inverso não é verdadeiro.

 

Os meridianos:

Jornada de determinados meridianos é interessante: um chamado “Coração Meridian”, que segue a jornada da dor no coração; ou de “meridianos da bexiga” e “vesícula biliar” que seguem o caminho do ciático acordo com a respectiva raiz nervosa (S1 ou L5).

Meridianos parecem ser linhas que teria servido como praticantes chineses nemônicos.

 

Ação:

O circuito neural pode ser simples: a partir das terminações nervosas da pele, eles usam os nervos sensoriais da medula espinhal e dos nervos motores para os músculos.

É estes circuitos que são ativados no tratamento de cãibras.

Em outros casos, não há libertação de substâncias que possuem um forte poder analgésico.

Assim, para eliminar a dor do músculo, é ativando as terminações nervosas dos nervos que estão relacionados com as articulações afetadas.

Para remover a dor visceral (intestino, estômago…) é estimulado às terminações nervosas das áreas que correspondem à projeção do nervo de vísceras a partir da superfície da pele.

Ao ativar as terminações nervosas de uma zona, há uma libertação de reações bioquímicas, resultando na eliminação da dor no órgão correspondente.

Em outros casos, os circuitos do sistema nervoso são mais complexos e têm de transmitir ao cérebro.

Aliviar a dor de dente através da acupuntura é explicado pela produção de endorfinas liberadas pelo complexo hipotálamo-hipófise.

A melhoria nas doenças inflamatórias – tendinite, conjuntivite, artrite, rinite, gastrite – vem da ação anti-inflamatória provocada pela estimulação da agulha nos locais afetados.

ATUALIZADO: 05.08.16

medico-emagecer-mulher-projeto-novo

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *