27 Dicas Incríveis para Você Evitar Doce ou Açucar

Tudo Sobre como Evitar Doce ou Açucar

Evita rDoce ou Acucar

Sete passos para controlar a vontade de comer doces – Dicas simples para evitar as guloseimas e ficar em dia com a alimentação saudável

Você também é daquelas pessoas que não consegue resistir a uma sobremesa após o almoço? Ou você não abre mão de um chocolate, uma bolachinha ou algumas balas para matar a vontade de comer doces no meio da tarde?

Pois saiba que você não é a única pessoa com dificuldades de dizer não a qualquer oportunidade de consumir um doce. O hábito é mais comum do que se imagina, embora não seja um costume saudável.

O excesso de açúcares no organismo pode desencadear ou agravar doenças como a diabetes, a hipertensão, o colesterol, a obesidade, entre outros. Por isso, se você deseja fazer as pazes com a balança ou aderir a uma alimentação mais saudável, é fundamental controlar o consumo de doces.

>> Recomendamos Para Você:

Açúcar em excesso pode prejudicar a Saúde – Assista ao vídeo abaixo:

(VÍDEO) Como Retirar o Açúcar da Dieta

Por que a vontade de ingerir doces é incontrolável?

Comemos doces porque eles são saborosos e nos causam uma incrível sensação de bem estar. E isso acontece porque a ingestão de açúcares e carboidratos está fortemente relacionada à produção de serotonina, um importante hormônio presente no nosso organismo.

Esse hormônio tem o poder de melhorar o humor, aumentar a sensação de bem estar, além de regular a temperatura corporal, o sono e o apetite. Quando nosso organismo está com as taxas de serotonina em níveis normais, fica mais fácil atingir a saciedade e controlar a ingestão de açúcares.

Por outro lado, pessoas que têm problemas na produção de serotonina podem apresentar distúrbios como depressão, ansiedade e também é comum que demonstrem mais vontade de ingerir doces.

Nesses casos, é preciso fazer um acompanhamento médico para regularizar o hormônio.

Dicas para controlar o consumo de doces

 

Diminua a ingestão das guloseimas aos poucos

Você passa algum dia da semana sem comer pelo menos um docinho? A melhor maneira para se livrar desse hábito é reduzindo gradativamente a ingestão de doces.

Nada de abrir mão das guloseimas de uma vez por todas, essa atitude dá ainda mais vontade de consumir os alimentos, sem contar que funciona como um estímulo negativo.

Note quantas vezes por semana você ingere doces e evite consumi-los gradativamente. Na primeira semana, escolha um dia e abra mão das guloseimas.

Na segunda semana, mantenha o dia escolhido e eleja mais um para evitar os doces. Siga sucessivamente até habituar seu organismo com a ingestão de doces apenas uma vez na semana.

 

Tome nota dos alimentos que consumir

A mesma dica que é usada para acompanhar uma dieta completa pode ser adaptada para quem deseja cortar os doces do cardápio. É simples: lápis e papel na mão, anote quais são os doces que você está consumindo junto com a quantidade e a frequência.

Depois de uma semana montando um diário alimentar, você poderá identificar quais são os momentos em que costuma apelar para os doces, além de notar se a situação está sob controle ou se você está passando da conta.

Siga com as anotações até se acostumar com o consumo reduzido de doces.

 

Invista em menos calorias e mais saúde

Quando for abastecer os armários de casa ou as gavetas do escritório, dê preferência para alimentos saudáveis, ricos em nutrientes e com menos calorias.

Crie o hábito de ler os rótulos dos produtos que consome para saber exatamente quais substâncias você está fornecendo para seu organismo.

Ao escolher alimentos saudáveis, você está garantindo uma alimentação mais balanceada e, de quebra, consumindo menos calorias para contribuir com a sua dieta.

 

Faça trocas inteligentes e saborosas

Sempre que pintar aquela vontade de comer um docinho durante o dia, tenha à mão uma opção saborosa para poder trocar. Barrinhas de cereais e frutas são as melhores saídas para substituir um chocolate, por exemplo.

No começo, até que você se acostume, pode ser difícil. Enquanto não estiver habituada, vale recorrer para gelatinas, pudins e flans – mas sempre em versões lights – para matar a vontade de devorar uma sobremesa.

Não barganhe consigo mesma

Uma das coisas mais perigosas que você pode fazer é barganhar. Evite pular refeições ou diminuir as porções que consome apenas para “compensar” a sobremesa ou o docinho da tarde.

O perigo da barganha alimentar é que, ao deixar de comer o necessário, você abre uma grande brecha para que a fome bata.

Assim fica fácil prever que, quando o doce aparecer na sua frente, você vai ceder à tentação, consumir mais do que o ideal e desequilibrar toda a sua alimentação.

 

Mantenha os doces bem longe

Se o objetivo é resistir à tentação, não tem porque deixá-la bem na sua frente,não é mesmo? Por isso, não carregue doces com você e nem faça estoques em lugares estratégicos – isso significa acabar com as guloseimas escondidas na gaveta do escritório, no armário da cozinha etc.

Manter as guloseimas por perto só vai aumentar o seu desejo de comê-las.

Quando sentir vontade e não tiver nenhuma outra opção por perto, compre sempre os doces que vêm em porções menores. No restaurante, sirva-se apenas de uma pequena porção da sobremesa.

Consuma o doce sem guardar para depois. Se a vontade bater novamente, lembre-se das frutas e barras de cereais.

 

Aproveite os alimentos que saciam

Existem alguns alimentos que ajudam a diminuir a vontade de comer doces e diminuem a ansiedade, pois possuem propriedades que agem diretamente nos níveis de açúcar do sangue. Além disso, são ricos em triptofano, uma substância que auxilia a produção de serotonina.

Por isso, procure incluir nas suas refeições: aveia, banana, maçã, canela, castanha-do-pará e grãos em geral. O consumo regular desses alimentos vai contribuir para que você sinta menos vontade de comer doces.

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

[anelmagnetico]

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *